7 de jun de 2011

Extração rápida de vitima em veículos com o uso do ked

Image Técnicas para o profissional socorrista para retirada de vitima em acidentes de transito usando o colete imobilizador dorsal.
Image A rigidez vertical e a flexibilidade horizontal torna o colete imobilizador dorsal (ked) o método mais indicado para extração de vitimas presas nas ferragens e imobilização de coluna em situações de emergência. Pode ser usado em várias situações, inclusive em grávidas, crianças e vitimas pequenas. Pode ser utilizado para imobilizar alguns tipos de fraturas, como por exemplo de pélvis.

1. Um socorrista manterá a imobilização manual e o alinhamento da vitima, segundo o eixo Image nariz, umbigo e pés.

2. Aplicar o colar cervical, mantendo sempre a estabilização cervical manual.
Image
3. Introduzir lateralmente o colete imobilizador, fazendo-o deslizar pelas costas da vitima Image de forma que as abas e presilhas passem para o outro lado, alinhando-o posteriormente à coluna da vitima;

4.Ajustam-se as abas às axilas e ao tórax e fixa-se primeiro a presilha do meio e em s Image eguida a presilha inferior. O ajustamento inicial é feita segurando a presilha do   meio ao tórax com uma mão e tracionando com a outra na parte da presilha juntoao fecho, sempre com atenção a possíveis lesões da vítima nesta região do corpo.

5. A última presilha a ser conectada é a superior, no entanto não se deve apertar demais Image (deixe ficar bastante larga).

6. Se necessário,para preencher a curvatura cervical e preencher o espaço entre o colete Image imobilizador   e a coluna cervical utilizar a almofada que poderá inclusive ser dobrada. 7. Colocam-se as presilhas das extremidades inferiores por baixo das   coxas no sentido do meio destas, fazendo-as deslizar até ao local correto, seguidamente, passando-o por cima Image da outra coxa prende-se nas conexões laterais das abas. (Nota: O uso das presilhas das pernas não é recomendado em caso suspeita de fratura pélvica ou do fêmur).

8.Posicione as abas da cabeça em seu redor. Evite qualquer movimento do pescoço. Aplica- Image se em seguida as presilhas ("cabrestos"), começando pelo frontal, de forma a que este prenda em baixo, e depois o do mento que envolve o colar cervical e prende em cima.

9. Por fim, segurando sempre antes do fecho com uma mão e traccionando com a outra na parte a seguir àquele, ajustam-se todas as precintas.   A vítima está então pronta a ser removida. Mantenha um profissional à cabeça e mais dois, um de cada lado da vítima. Exercer força nas pegas laterais e da cabeça...

Nenhum comentário: